PARANAPIACABA - A Vila que parou no tempo



Paranapiacaba é o retrato do descaso Brasileiro com a conservação de sua história e com o abandono de um sistema de transporte que poderia baratear e revolucionar o transporte de mercadorias e pessoas no Brasil.


No século 19 Paranapiacaba foi escolhida para ser sede de um projeto moderno e revolucionário para época, que foi a estrada de ferro São Paulo Railway ou SPR no qual, foi utilizada o que tinha de mais moderno na época.


O sistema era chamado de Funicular o qual utilizava maquinas a vapor chamadas de Locobreques as quais eram presas em um sistema balanceado de cabos de aços sustentados por roldanas gigantes.


No sistema, os locobeques eram engatados em vagões que desciam de dois em dois, porém como o sistema era balanceado, quando descia dois vagões tinha que subir a mesma quantidade de vagões ou algo com o peso similar como vagões de cargas


O sistema Funicular ajudou em muito a escoar o café que era produzido no interior de São Paulo até o porto de Santos, para serem exportados para Inglaterra e outros países. Mas o sistema era muito moroso devido que o processo de descida era dividido em 5 trechos ou patamares como eram chamados.


Cada patamar tinha sua própria maquina Locobreque, então, quando tinha que mudar de um patamar para o outro, tinha que trocar as maquinas também o que gerava uma demora muito grande



Porém devido ao aumento na demanda por produtos a serem exportados e pela limitação do sistema no transporte de cargas para o porto de Santos, o sistema foi substituído por um sistema de cremalheiras a partir dos anos 60.


O sistema de cremalheiras deu mais agilidade no transporte de cargas para o Porto de Santos, devido que não precisa mais fazer a troca de maquinas de tração e se utilizava uma única Locomotiva para levar os vagões até o porto de Santos




Com a desativação do sistema funicular, tudo foi abandonado, os edifícios, as maquinas e todos os equipamentos ficaram a mercê do tempo, e o tempo é implacável, tudo está se deteriorando rapidamente devido a humidade da Serra do Mar.


Hoje o que vemos é um amontoado de ferro velho sendo corroído pelo tempo implacável e pela falta de ação do homem em conservar sua própria história.




Foram criadas medidas para tornar o local um polo turístico, até tem uma boa quantidade de turistas circulando ao meio das ruinas nos finais de semana, porém, o que fica registrado na memoria dos turistas e que não há uma conservação de nossa história, simplesmente ela vai sendo corroída pelo descaso de nossos governantes que só querem tirar o deles.


Assim, Paranapiacaba se tornou um lugar que tem uma história rica, porém que esta desaparecendo pela ação do tempo e pelo descaso das autoridades.





Antes que desapareça totalmente e reste somente as historias nos livros a na internet, vale a pena visitar.


Há muitos lugares interessantes para serem visitados em Paranapiacaba, lugares que contam um pouco da sua historia, além das lendas que foram criadas ou que podem ter acontecidas, porem, que não foram comprovadas.


Existem muitas historias e contos de aparições, vultos, imagens e barulhos sinistros em vários lugares de Paranapiacaba, que não foram comprovados mas servem para instigar a imaginação dos curiosos e caçadores de assombrações.


Tem o caso da criança que balança no parquinho da praça e que ninguém vê, tem o da noiva que foi abandonada no altar e de vez em quando vem dançar no Teatro Lira para o seu amado voltar, existe até a história de que o Jack Estripador morou em Paranapiacaba.





Enfim, o que vale é o passeio e a caminhada pela nossa história que um dia vai ser somente lembranças de um passado muito distante e que não voltara jamais.


Então, enquanto existir lugares para se visitar, historias para conhecer, lugares para se apreciar a beleza da natureza, Keep Walking.
















20 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo